Última hora

Última hora

Grécia confiante na chegada da ajuda

Em leitura:

Grécia confiante na chegada da ajuda

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia está confiante de que vai receber a próxima fatia do plano de resgate. Após meses de duras discussões, a “troika” e o governo chegaram a um acordo sobre as principais medidas de austeridade. Falta resolver, por exemplo, a questão da reforma do mercado do trabalho. Atenas espera concluir as negociações nos próximos dias.
 
Depois de cinco anos de recessão, muita austeridade e com um quarto da população no desemprego, um sindicalista da função pública, Ilias Iliopoulos, afirma: “Queremos dizer aos líderes europeus que basta. Já não podemos mais. A Europa não merece tudo isto. É uma política de exploração, de aproveitadores, de tubarões. Já não queremos servir esta política”.
 
Para 2013, a Grécia espera uma contração de 3,8% do PIB, menos severa do que este ano. Mas a dívida deverá aumentar e superar os 179% do PIB. Atenas prevê mais medidas de austeridade na ordem de 7,8 mil milhões de euros.
 
A “troika” terminou a missão, mas deverá regressar no final do mês para concluir o acordo e apresentar o relatório. O documento é essencial para que a Comissão Europeia, o Fundo Monetário Internacional e o Banco Central Europeu entreguem a fatia da ajuda de 31,5 mil milhões de euros. A questão é urgente. Atenas deverá ficar com os cofres vazios no próximo mês.