Última hora

Última hora

Milhares de gregos nas ruas contra a austeridade

Em leitura:

Milhares de gregos nas ruas contra a austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de gregos saíram às ruas, esta quinta-feira, para protestar contra a austeridade. Alguns jovens envolveram-se em confrontos com a polícia, com uma troca de cocktails molotov, de um lado, e gás lacrimogéneo, do outro.

Um manifestante de 65 anos faleceu, de crise cardíaca, durante a manifestação, que reuniu mais de 25 mil pessoas em Atenas.

Em dia de cimeira europeia, em Bruxelas, os gregos querem fazer saber à União Europeia que o país não aguenta um terceiro ano de cortes orçamentais.

Esta quinta-feira é igualmente dia de greve geral, a quarta deste ano. Os dois principais sindicatos apelaram a esta jornada de luta e de paralisação.
E o país está paralisado. Os barcos ficaram nos portos, o metro e os comboios, nos terminais e, nos aeroportos, os voos foram cancelados.

A questão grega, em especial, não estará, contudo, na agenda da cimeira europeia desta quinta e sexta-feiras, já que não está pronto o relatório da troika – que precede a libertação de uma nova tranche de ajuda a Atenas, no valor de 31,5 mil milhões de euros.

O primeiro-ministro, Antonis Samaras, espera, contudo, receber, dos parceiros europeus, um sinal de apoio ao novo pacote de austeridade que deve ir a votos no parlamento de Atenas – o que deverá provocar uma escalada do descontentamento popular, na Grécia.