Última hora

Última hora

Espanha: estudantes protestam contra austeridade

Em leitura:

Espanha: estudantes protestam contra austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pais e estudantes espanhóis voltaram a manifestar-se em Madrid e várias outras cidades do país contra os cortes na Educação.

Na conclusão de três dias de greve estudantil, os manifestantes pediam a demissão do ministro da Educação, José Ignacio Wert, enquanto os sindicatos faziam um apelo a uma greve geral, para 14 de Novembro.

O secretário-geral do Sindicato de Estudantes, Tohil Delgado, afirmou que “as salas de aula foram completamente esvaziadas. Mais de três milhões de jovens mostraram […] que não vão permitir que o governo destrua a Educação pública”.

Com o país comprometido com uma dura cura de austeridade, a Educação espanhola sofreu este ano cortes de mais de mil milhões de euros, em comparação com o ano passado.

Os manifestantes criticavam nomeadamente a redução do número de professores, o aumento das propinas universitárias e o endurecimento dos critérios para a obtenção de bolsas.