Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

Palestinianos votam sob boicote do Hamas
close share panel

Share this article

Twitter Facebook

É sob o signo da divisão que os palestinianos votam nas eleições municipais na Cisjordânia. Não é só o boicote do Hamas que impede a votação na Faixa de Gaza, mas também a proliferação de listas no seio da própria Fatah.

O impasse nas discussões com Israel e as dificuldades financeiras da Autoridade Palestiniana fizeram voltar os slogans da resistência.

Os eleitores interessam-se, antes de mais, pelas necessidades imediatas nesta altura de austeridade em que a Autoridade Palestiniana está com dificuldades em pagar aos 153 mil funcionários públicos. Entre eles, 10 mil membros das forças de segurança, que votaram já na quinta-feira, para estarem disponíveis no dia das eleições.

Sem o Hamas, é a taxa de participação que vai dar um sinal sobre a força dos islamitas: “Na Cisjordânia, a percentagem daqueles que estão inscritos para votar é de 77%. É uma percentagem alta, comparando com o resto do mundo. Gaza tem uma percentagem mais pequena, uma vez que o registo não foi atualizado desde 2007”, diz Hisham Kuhail, da Comissão Eleitoral.

Nas últimas eleições municipais, em 2005, a participação foi de cerca de 80%. Uma forte queda na Cisjordânia pode significar que os eleitores do Hamas ficaram em casa. Em 2005 o movimento islamita criou a surpresa, ao vencer em várias cidades e vilas na Cisjordânia e na Faixa de Gaza.

A última vez que os palestinianos foram às urnas foi em 2006. O Hamas venceu e humilhou a Fatah, que acabou por tomar o poder na Cisjordânia, depois de pressões da comunidade internacional, que não reconheceu o Hamas.

O movimento islamita instalou-se então em Gaza, depois de uma guerra civil, provocando o bloqueio de Israel ao território Agora, os palestinianos estão divididos, quer política, quer geograficamente.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre