Última hora

Última hora

Protestos violentos em Beirute contra os governos libanês e sírio

Em leitura:

Protestos violentos em Beirute contra os governos libanês e sírio

Tamanho do texto Aa Aa

A mobilização convocada pela oposição libanesa, em torno do funeral de Wissam al-Hassan, degenerou em violência, junto à sede do governo em Beirute. Os confrontos eclodiram quando um grupo de manifestantes tentou furar o perímetro de segurança em torno do edifício.

Milhares de pessoas responderam ao apelo de contestação contra o regime sírio, acusado de orquestrar o ataque à bomba que vitimou al-Hassan, e contra o executivo libanês, ao qual são apontadas estreitas ligações com Bashar al-Assad.

Na verdade, foi um antigo primeiro-ministro quem ditou a palavra de ordem, inflamando os ânimos: Fouad al-Siniora declarou que, enquanto Najib Mikati for chefe de governo, não há margem para qualquer diálogo.