Última hora

Última hora

Jordânia aborta operação terrorista no país

Em leitura:

Jordânia aborta operação terrorista no país

Tamanho do texto Aa Aa

A Jordânia anunciou o desmantelamento de uma rede com ligações à al qaida, que se preparava para lançar vários ataques suicidas no país.

Segundo a agência de informação, Petra, os alvos eram centros comerciais e interesses diplomáticos estrangeiros. O governo anunciou a detenção de 11 pessoas, membros da mesma célula, que tinham começado, em junho passado, os preparativos logísticos para os atentados.

O ministro da Informação revelou:
“As armas que detinham eram explosivos, morteiros e metrelhadoras. Já divulgámos informação sobre os planos, nos quais estavam designados os locais a atingir”.

As autoridades divulgaram também as fotografias dos detidos, todos de nacionalidade jordana.
Os cidadãos jordanos mostram-se revoltados e chocados com esta descoberta:

“Rejeitamos completamente este complô. Não admitimos que minguém manipule a segurança jordana, quer seja jordano ou de qualquer outra nacionalidade”.

“A Jordânia é o país mais seguro do Médio Oriente. Não há outro país melhor nesta região neste momento”.

Segundo fontes do governo, os militantes detidos fizeram várias viagens recentes à Síria. A notícia do desmantelamento da rede surge no dia em que um soldado jordano foi morto por militantes islamitas na fronteira entre a Jordânia e a Síria.