Última hora

Última hora

O massacre de Dubrovka foi há dez anos

Em leitura:

O massacre de Dubrovka foi há dez anos

Tamanho do texto Aa Aa

Faz dez anos que a Rússia sofreu um dos maiores atentados terroristas da sua história moderna, em Moscovo durante o segundo acto de “Nord-Ost”, um espectáculo musical muito popular na altura.

Um grupo armado composto de várias dezenas de elementos tomou de assalto todo o edifício do Teatro moscovita no bairro de Dubrovka fazendo 916 reféns.

As forças especiais intervieram e a operação causou 140 mortos.

“Foi a única forma de salvar a maioria das pessoas” explica este antigo agente.

Os nomes das vítimas encontram-se hoje inscritos num memorial mas os familiares continuam a clamar por justiça.

Os guerrilhieros exigiram a retirada das tropas federais russas de Chechenia, mas as autoridades recusaram cumprir as exigências. Na operação morreram cento e trinta os terroristas foram abatidos.

A crise durou três dias antes do desfecho que ficou para a história com a data de 26 de outubro