Última hora

Última hora

Vacinas da Novartis retiradas preventivamente

Em leitura:

Vacinas da Novartis retiradas preventivamente

Tamanho do texto Aa Aa

Depiois da Itália e da Suíça, as autoridades sanitárias da Espanha e da Alemanha mandaram retirar do mercado as vacinas contra a gripe fabricadas pelo grupo Novartis, uma medida que o gigante farmacêutico diz que é temporária e meramente preventiva.

Na origem da medida estão algumas vacinas fabricadas pela filial italiana do grupo, que apresentam partículas brancas: “O risco potencial é que estas partículas, como já vimos noutros anos nas vacinas antigripais, possam provocar uma reação inflamatória, nas horas seguintes à vacinação. Os pacientes que não se preocupem, não há nada que nos possa fazer pensar que há um problema, pedimos só aos médicos que esperem dois ou três dias”, diz Anne-Claire Siegrist, professora de vacinologia na Universidade de Genebra e presidente da autoridade suíça de vacinação.

Segundo os especialistas, trata-se de partículas de componentes normais das vacinas, que não se dissolveram, mas que não representam qualquer perigo para os pacientes.

As autoridades suíças estão igualmente preocupadas com o atraso na entrega de vacinas, que pode causar uma rotura de stock nas farmácias.