Última hora

Última hora

Príncipe das Astúrias premeia redes de solidariedade e de ajuda alimentar

Em leitura:

Príncipe das Astúrias premeia redes de solidariedade e de ajuda alimentar

Tamanho do texto Aa Aa

Os nomes já são conhecidos há algum tempo, mas foi esta sexta-feira que os Prémios Príncipe das Astúrias foram atribuídos aos laureados, numa cerimónia oficial em Oviedo, com a presença da Rainha Sofia e do Príncipe Felipe, que preside à fundação responsável por estas distinções. À entrada, a única nota dissonante foi a presença de algumas bandeiras republicanas no meio da multidão.

Oito galardões foram repartidos. O Prémio Concórdia foi para a Federação Espanhola de Bancos Alimentares, uma distinção particularmente simbólica numa altura de profunda crise económica e social. Em 2011, a FESBAL distribuiu cerca de 100 mil toneladas de alimentos, assistindo a mais de um milhão e 300 mil pessoas em dificuldades.

Num registo idêntico, a Cruz Vermelha e o Crescente Vermelho receberam o Prémio da Cooperação Internacional, pelo trabalho de apoio e solidariedade em 187 países.

Na área da Comunicação e Humanidades, reconheceu-se o trabalho do japonês Shigeru Myamoto, o criador de vídeojogos da Nintendo, considerado responsável por uma autêntica revolução no entretenimento.

Iker Casillas, o guarda-redes e capitão do Real Madrid, e Xavi Fernandéz, jogador do Barcelona, foram os distinguidos no desporto, pelos exemplos de conciliação. O arquiteto espanhol Rafael Moneo e o escritor americano Philip Roth, ausente da cerimónia, foram outros dos galardoados.