Última hora

Última hora

Itália: "No Monti day"

Em leitura:

Itália: "No Monti day"

Tamanho do texto Aa Aa

Manifestantes e polícias envolveram-se em conflitos, este sábado, em Riva del Garda, em Itália.

Centenas de pessoas protestavam contra as medidas de austeridade adotadas pelo governo tecnocrata de Mário Monti.

Os ânimos exaltaram-se quando o primeiro-ministro chegou ao “Festival da Família”, a ocorrer na cidade.

No momento do discurso do governante, ouviram-se várias vozes de protesto e Monti respondeu.

“Estão completamente certos, mas estou a tentar explicar como chegámos a esta situação. No passado, o governo prometeu muita coisa e tento explicar a razão pela qual não podemos manter essas promessas,” diz o primeiro-ministro italiano.

Em Roma, cerca de 30 mil italianos, tomaram as ruas de assalto. Pequenos partidos de esquerda, associações e sindicatos convocaram um “No Monti day”.

“Ele está a pensar nos interesses dos bancos, nos benefícios dos bancos. Quanto aos cidadãos, ele não está interessado em nós”, reclama um manifestante.

Esta semana o banco de Itália alertou que o país tem de controlar as finanças de modo a manter o défice público abaixo dos 3 por cento, este ano. A instituição disse, ainda, que serão necessárias mais medidas de austeridade em 2013.