Última hora

Última hora

Nova Iorque depois de "Sandy"

Em leitura:

Nova Iorque depois de "Sandy"

Tamanho do texto Aa Aa

Depois da “tempestade do século”, como lhe chamaram os meteorologistas, Nova Iorque amanheceu.

“Sandy” deixou um rasto de destruição. Árvores arrancadas, carros arrastados pelas enxurradas… A “cidade que nunca dorme” acordou deserta.

A violência de “Sandy” surpreendeu…

“Ontem à noite podíamos olhar para esta rua e ver um rio a correr na nossa direção. Parecia saído de um filme. Foi inacreditável,” diz uma nova-iorquina.

“Estávamos a fazer comparações com o Furacão Irene, do ano passado por isso creio que ninguém esperava o que aconteceu. Temos de estar preparados,” avisa um americano.

As autoridades da cidade estão a analisar os estragos.

Depois das inundações da noite, é necessário drenar os túneis do metro, de modo a devolver à cidade o meio de transporte mais popular de Nova Iorque.

A “Big Apple” sofre mas recupera!