Última hora

Última hora

Clinton e Ashton exigem diálogo entre Sérvia e Kosovo

Em leitura:

Clinton e Ashton exigem diálogo entre Sérvia e Kosovo

Tamanho do texto Aa Aa

A mensagem de Hillary Clinton e Catherine Ashton, em visita aos Balcãs, é clara: a independência do Kosovo é um dado adquirido e a Sérvia deve retomar o diálogo com Pristina. Caso contrário caem por terra as ambições de adesão à União Europeia.

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, afirmou: “Deixem-me ser totalmente clara, não apenas aqui em Pristina, mas para todos os que estiverem a ouvir e a ver nesta região: os Estados Unidos estão seriamente comprometidos com a soberania e a integridade territorial do Kosovo.”

O primeiro-ministro kosovar, Hashim Thaci, reafirmou a importância do diálogo, sabendo que é o único caminho que abre as portas da União Europeia. “A normalização das relações do Kosovo com a Sérvia é algo que interessa tanto ao Kosovo, como à Sérvia, como a toda a região”, disse. “A União Europeia e os Estados Unidos investem na paz, estabilidade e cooperação regional, numa perspetiva euro-atlântica”, concluiu.

A mesma mensagem foi levada à Sérvia, um dia antes. Belgrado já obteve o estatuto de candidato à adesão à União Europeia, mas a abertura das negociações depende da normalização das relações com o Kosovo.

Iniciado no ano passado, o diálogo tinha sido suspenso antes das eleições de maio, na Sérvia, mas foi retomado a 19 de Outubro, em Bruxelas, sob a égide da União Europeia.

Os Estados Unidos são o principal aliado do Kosovo independente, ao lado de 22 países da União Europeia. A Sérvia, apoiada sobretudo pela Rússia, não reconhece essa independência.