Última hora

Última hora

Reino Unido: David Cameron sofre derrota "embaraçosa"

Em leitura:

Reino Unido: David Cameron sofre derrota "embaraçosa"

Tamanho do texto Aa Aa

O ministro britânico da Economia desvaloriza a derrota sofrida pelo chefe do Governo de coligação, o conservador David Cameron, esta quarta-feira, na negociação de uma proposta que congele as verbas do orçamento da União Europeia para o período 2014-2020.
 
Sem caráter vinculativo, o resultado da votação (307 contra 204 votos a favor) foi significativo, por causa da aliança entre 53 deputados conservadores eurocéticos e rivais trabalhistas, que pedem uma redução dos gastos de Bruxelas.
 
“Todos querem uma redução do orçamento comunitário. As negociações só agora começaram. Há outros 26 países. Mas sejamos claros: não aceitaremos um acordo mau para o Reino Unido”, disse o ministro britânico das Finanças, George Osborne.
 
Na Câmara dos Comuns, David Cameron sofreu mais um desaire em assuntos europeus. Um facto oportunamente aproveitado pela oposição com
comparações ao antecessor, John Major, e as dificuldades na mesma matéria.
 
“Não consegue convencer os líderes europeus. Não consegue sequer convencer alguns dos próprios apoiantes. É fraco lá fora e em casa. É o regresso de John Major”, profetizou o líder da oposição trabalhista, Ed Miliband.
 
Nick Clegg, o parceiro de coligação de Cameron, considera “desonesta” e “hipócrita” a postura dos trabalhistas nesta questão.

 
No entanto, o número dois do governo distancia-se do chefe de Governo na ideia de negociar a repatriação de poderes de Bruxelas para Londres.
 
“Nunca conseguirão o que seja batendo o pé e dizendo que querem fazer parte do clube, mas querendo ao mesmo tempo reescrever de certa forma unilateralmente as regras dos jogos. Sabem que é uma posição completamente irrealista”, disse Clegg.
 
A votação pode conduzir o primeiro-ministro britânico a adotar uma postura mais dura na cimeira europeia de 22 de novembro.
 
Países como a Alemanha também gostariam de ver o orçamento comunitário ser reduzido.