Última hora

Última hora

Entrevista de Abbas enfurece palestinianos

Em leitura:

Entrevista de Abbas enfurece palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

Uma intifada política: os palestinianos estão revoltados com as declarações do presidente Abbas numa entrevista a um canal israelita.

Mahmoud Abbas garantiu que “nunca” existirá uma terceira intifada contra Israel e aceitou a formação de um Estado da Palestina com as fronteiras de 1967, abdicando do direito de regressar à terra natal, Safed, território ocupado por Israel.

Na resposta, o Hamas considerou as palavras do presidente “extremamente perigosas e que afetam o direito de regresso, não só de Abu Mazen (Abbas), mas de seis milhões de palestinianos”, referiu o primeiro-ministro de Gaza, Ismail Haniyeh.

Abbas criticou ainda o lançamento de morteiros “a partir de Gaza ou de qualquer outro lado” porque isso não contribui em nada para a “paz”.

Nem só a oposição política a Abbas ficou descontente com as concessões do presidente. Nos campos de refugiados, afirma-se que “ninguém, nem mesmo o presidente pode abdicar” do direito de regressar à sua terra natal.

Abbas estende a mão a Israel, em mais uma tentativa de alcançar o grande objetivo do seu mandato, a formação do Estado da Palestina, consciente que o Estado Hebreu tem eleições legislativas agendadas para janeiro e que as Nações Unidas estão a analisar a possibilidade de um reconhecimento parcial da Palestina.