Última hora

Última hora

EUA: "Bombas" no Twitter e no Google podem ameaçar campanha eleitoral

Em leitura:

EUA: "Bombas" no Twitter e no Google podem ameaçar campanha eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

As redes sociais na internet revolucionaram as campanhas eleitorais, mas representam também uma ameaça na reta final da campanha para as presidenciais norte-americanas.

Dois especialistas em informática norte-americanos alertam para o risco das chamadas “Twitter bombs”, mensagens em cadeia enviadas por contas falsas para colocar um tema no topo dos assuntos mais discutidos na rede social (Trending Topics).

Uma estratégia utilizada no passado por grupos próximos dos republicanos, no Massachussetts, durante a campanha para as eleições do senado em 2010 e que acabaram por garantir a vitória do candidato do partido.

A empresa que gere o Twitter afirmou já que tem tecnologia para evitar este tipo de “spam”.

Entre as armadilhas que ameaçam a campanha encontram-se também as chamadas “Google bombs” que permitem perverter o motor de busca para associar um candidato a uma palavra-chave, habitualmente negativa.