Última hora

Última hora

Americanos desmistificam mesas de voto

Em leitura:

Americanos desmistificam mesas de voto

Tamanho do texto Aa Aa

Os locais mais insólitos podem servir para escolher o próximo presidente dos Estados Unidos. Por exemplo, um crematório, em São Francisco. O silêncio é sepulcral e o gesto solene. Até os membros da mesa demonstram um inesperado humor negro. “Eu até gosto. Os ocupantes são muito, muito silenciosos”, lança Peter Peterson.

E se Maomé não vai à montanha… encontram-se formas para contrariar a abstenção. A própria lavandaria pode ser um local para “lavar” a imagem dos políticos. “Não se presta muita atenção ao que se passa ali atrás”, conta um dos membros da mesa. “Penso sempre que tenho de aproveitar para lavar a roupa, mas nunca o faço”.

A terminar esta vaga de locais insólitos para votar, em Venice Beach, na Califórnia, há quem aproveite para passar pela barraquinha dos salva-vidas para escolher o próximo presidente.