Última hora

Última hora

Espanha: Justiça fortalece casamento homossexual

Em leitura:

Espanha: Justiça fortalece casamento homossexual

Tamanho do texto Aa Aa

O casamento e a adoção entre pessoas do mesmo sexo foram definitivamente reconhecidos em Espanha.

O Tribunal Constitucional rejeitou o recurso do Partido Popular (PP), que pretendia fazer marcha atrás na lei que autoriza o matrimónio e a adoção entre casais homossexuais. A medida entrou em vigor em 2005, apesar da forte oposição da Igreja católica e do PP.

Uma derrota simbólica para o Governo conservador que pretendia apagar uma das medidas mais emblemáticas do anterior executivo socialista.
Agora, o ministro da Justiça, Alberto Ruiz Gallardón, garante que “o Partido Popular vai aceitar o veredicto do Tribunal Constitucional e não vai mudar a lei”.

Há sete anos, o governo socialista de
José Luís Rodríguez Zapatero inscreveu a Espanha na rota dos primeiros países do mundo a reconhecer o casamento e a adoção entre pessoas do mesmo sexo.

Entre 2005 e 2011, já foram celebrados 20 mil casamentos e sondagens recentes revelam que dois terços dos espanhóis são a favor do matrimónio entre pessoas do mesmo sexo.