Última hora

Última hora

Vários problemas mancharam ato eleitoral

Em leitura:

Vários problemas mancharam ato eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

Quando a corrida é renhida, uma máquina de voto eletrónico viciada é ainda mais inaceitável. O vídeo de um eleitor, na Pensilvânia, correu as redes sociais. Ele tentava votar em Obama mas a máquina não aceitava e revertia o voto para Romney. O problema foi resolvido e outros foram assinalados.

Em Nova Iorque e em New Jersey, a passagem do furacão Sandy transformou o voto numa proeza técnica e logística. “Não sei porquê mas as máquinas estão avariadas”, explica um dos membros da mesa.“Foi difícil entrar em contacto com as pessoas do gabinete principal por causa do furacão Sandy.”

Os governadores de Nova Iorque e de New Jersey tinham avisado que os que foram obrigados a abandonar as suas casas por causa do furacão, podiam votar noutra mesa de voto. Na prática, não foi assim tão simples.

“Parece haver confusões importantes em alguns locais sobre onde os eleitores pertencem e onde devem votar”, explica uma voluntária do serviço de atendimento telefónico. “Isso tem acontecido ainda que haja uma diretiva eleitoral em New Jersey que permite aos eleitores deslocados votarem onde quer que se encontrem.”

Na Virgínia, um dos estados-chave da eleição, certas mesas de voto terão encerrado sem que os eleitores que estavam na fila pudessem votar. As filas, intermináveis, repetiram-se em vários locais.