Última hora

Última hora

BCE espera para agir

Em leitura:

BCE espera para agir

Tamanho do texto Aa Aa

Apesar dos sinais de declínio da economia da zona euro, o Banco Central Europeu (BCE) decidiu não agir. Manteve a taxa de juro de referência no mínimo histórico de 0,75%. O BCE espera para ver se ativa ou não o programa de compra de títulos de dívida, cujo anúncio conseguiu acalmar os mercados.

Em relação à resistência espanhola e italiana em pedir ajuda europeia, Mario Draghi afirmou: “Cabe apenas aos governos de Itália e de Espanha tomarem uma decisão. Não ao BCE. Como já disse várias vezes, o BCE preparou o programa de Transações Monetárias Definitivas (OMT, sigla em inglês), que é um verdadeiro mecanismo para-fogo”.

A espera do BCE deverá prolongar-se, pelo menos a curto prazo, já que o governo espanhol superou com relativo sucesso o leilão de dívida esta quinta-feira.

Em relação à Grécia, Mario Draghi defendeu que o BCE já fez o que podia pelo país, rejeitando assim a ideia de participar numa nova reestruturação da dívida, e louvou o voto do parlamento helénico ao novo orçamento de austeridade: “O BCE e o Conselho de governadores veem com agrado o voto de ontem. É um passo importante dado pelo governo e pelo povo grego”.

Em relação à economia europeia, o BCE assinala que deverá baixar, no próximo mês, as previsões económicas, tendo em conta o atual cenário, e anunciou o lançamento de novas notas na próxima primavera.