Última hora

Barack Obama mais emocional do que nunca no início do seu segundo mandato.
Depois de ter vertido algumas lágrimas no comício final de campanha no Iowa, o presidente voltou a não conter a emoção, na noite de quarta-feira, em Chicago, ao agradecer o “trabalho de equipa” – “melhor do que nunca” – dos voluntários e equipa que o acompanharam durante a campanha eleitoral.

“Estou convencido que todos vocês vão fazer coisas fantásticas na vossa vida”, afirmou Obama.

Um último agradecimento antes do presidente se lançar no grande desafio do segundo mandato, a resolução da crise económica norte-americana, nomeadamente a obtenção de um acordo com a oposição até ao final do ano para evitar o chamado “precipício fiscal”.

O presidente vai pronunciar esta tarde um discurso dedicado ao tema onde deverá, como durante a campanha, sublinhar a importância da contribuição dos mais ricos e provavelmente anunciar a remodelação da sua equipa, nomeadamente nas pastas das Finanças e dos Negócios Estrangeiros.

A primeira visita ao estrangeiro de Obama, no final da próxima semana, será à Tailândia, Myanmar e Camobdja. Uma deslocação simbólica à Àsia, com a China no centro das preocupações por razões diplomáticas, mas principalmente económicas.