Última hora

Última hora

Iraque: Ministro da defesa nega anulação de contrato de fornecimento de armas com a Rússia

Em leitura:

Iraque: Ministro da defesa nega anulação de contrato de fornecimento de armas com a Rússia

Tamanho do texto Aa Aa

Um porta-voz do primeiro-ministro iraquiano Nuri Al-Maliki, anunciou que o Iraque anulou uma encomenda de armas à Rússia, no valor de 3,3 mil milhões de euros, alegando suspeitas de corrupção.

Contudo, Sadun Al-Dulaymi, o ministro da defesa iraquiano, negou a anulação do acordo que faz de
Moscovo o segundo maior fornecedor de armas ao Iraque, após os Estados Unidos.

“O ministro da defesa do Iraque fala de um negócio que estava em vias de conclusão, mas é evidente que surgiram problemas. É impossível dizer com toda a certeza que os americanos não têm nada a ver com o problema, mas será mais real falar de problemas de distribuição de subornos. Neste caso o montante dos subornos é enorme. Qualquer coisa entre 500 milhões e mil milhões de dólares. Parece que no fim o dinheiro não foi dividido da melhor forma”, disse Pavel Felgengauer, um especialista em assuntos militares.

O contrato foi assinado no mês passado, durante uma visita de Al-Maliki à Rússia.

O porta-voz de Al-Maliki não divulgou a identidade das pessoas que são alvo de investigação, nem se o Iraque pretendia renegociar o contrato com Moscovo.