Última hora

Última hora

Gregos criticam nova austeridade incluída no orçamento de 2013

Em leitura:

Gregos criticam nova austeridade incluída no orçamento de 2013

Tamanho do texto Aa Aa

Os gregos iniciam a semana com a promessa de mais austeridade.

O parlamento de Atenas aprovou durante a noite o orçamento para 2013, que inclui as novas medidas de rigor exigidas pelos credores internacionais.

Os títulos da imprensa grega desta manhã eram dedicados exclusivamente ao voto, com uma crítica unânime contra a coligação de Antonis Samaras.

O novo orçamento vem reforçar o descontentamento popular:

“São medidas que levam a maioria dos gregos à pobreza e servem os interesses dos empregadores, para que possam continuar a aumentar os lucros.”

“Massacraram tudo; é um novo corte. Cortam o que podem, porque não têm outra solução, já que estão a seguir ordens do estrangeiro.”

Depois de um longo debate, a coligação governamental conseguiu aprovar o orçamento de 2013 com 167 votos a favor, dos 300 deputados presentes.

O executivo de Samaras espera agora desbloquear a nova fatia de 31.200 milhões de euros da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional.

Durante o voto, decorria no exterior do Parlamento uma nova manifestação anti-austeridade, embora sem o fôlego de protestos anteriores.