Última hora

Última hora

Abbas quer retomar negociações de paz com Israel depois da votação na ONU

Em leitura:

Abbas quer retomar negociações de paz com Israel depois da votação na ONU

Tamanho do texto Aa Aa

Antes que a situação degenere noutra vaga de conflito armado, Mahmud Abbas salienta, mais uma vez, que pretende retomar as negociações de paz com Israel.

Durante uma reunião dos responsáveis diplomáticos da Liga Árabe, no Cairo, Abbas avançou mesmo com uma data para isso acontecer: precisamente o dia a seguir a 29 de novembro, quando as Nações Unidas votarem o estatuto dos territórios palestinianos como Estado não-membro, à semelhança do que sucede com o Vaticano, por exemplo.

O líder palestiniano considera que a maioria na assembleia da ONU está do seu lado, prevendo iniciar conversações com Israel já com o estatuto de “observador”, o que lhe confere a possibilidade, nomeadamente, de recorrer ao Tribunal Penal Internacional.

Por seu lado, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, cujo governo debate uma eventual ação militar em larga escala, é quase lacónico: “não se trata apenas de um direito nosso, é um dever, como qualquer pessoa e governo de bom-senso entendem, que temos de defender o nosso povo.”

Ao longo dos últimos dias, vários morteiros têm sido lançados de Gaza, atingindo localidades no sul de Israel, que avisa não tolerar mais ataques.