Última hora

Última hora

AIE: EUA serão o maior produtor de petróleo em 2020

Em leitura:

AIE: EUA serão o maior produtor de petróleo em 2020

Tamanho do texto Aa Aa

O consumo mundial de petróleo será menor do que previsto este ano e no próximo.

A Agência Internacional de Energia (AIE) reviu em baixa as estimativas em 290 mil barris por dia para 90,1 milhões barris diários este trimestre. Já para o próximo ano o consumo deverá ascender a 90,4 milhões por dia, cem mil do que o avançado no mês passado.

A AIE justifica a queda pela desaceleração da economia mundial e o impacto do furacão Sandy, que fez cair os preços para mínimos de quatro meses.

A organização prevê também que, até 2020, os Estados Unidos da América (EUA) roubem à Arábia Saudita o título de maior produtor mundial de petróleo. Quinze anos depois o país deverá ser autosuficiente em termos energéticos, enquanto hoje importa 20% da energia que consome.

Uma transformação com consequências geopolíticas a nível mundial, como destaca Mike Wittner, analista do mercado petrolífero: “Será de facto possível que os Estados Unidos prestem menos atenção e paguem menos pela proteção do abastecimento do petróleo do Médio Oriente. Basicamente, vão dizer à China e a outros países: ‘Vocês são grandes consumidores e agora tem de avançar e fazer a vossa parte’”.

A AIE vai mais longe e diz que, em 2035, as energias renováveis vão produzir um terço da eletricidade do planeta. Uma mudança que permitirá aos países diversificar fontes de abastecimento e reduzir as importações, para lá dos benefícios ambientais.