Última hora

Última hora

França: 130 manifestações contra a austeridade

Em leitura:

França: 130 manifestações contra a austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

Também em França milhares de trabalhadores sairam à rua para dizer “não” à austeridade e “sim” à Europa social.

É a primeira grande mobilização desde a chegada dos socialistas ao poder. Manifestações não tanto contra o governo de François Hollande mas, sobretudo, de solidariedade para com os países do sul:

“Estamos totalmente solidários porque atualmente a economia não se pode limitar ao nosso país e ainda menos à nossa região. E a Europa também já é pequena. Vemos que o mercado e os fluxos são mundiais. Efetivamente precisamos de uma solidariedade, no mínimo, europeia”.

Uma solidariedade que os trabalhadores da região de Paris quiseram manifestar junto da sede da confederação patronal, mas a mensagem é igualmente dirigida aos governantes da Europa, como refere o líder sindical, François Chérèque:

“Esta manifestação é uma mensagem para os chefes de Estado europeus. Diz respeito a todos, quer sejam franceses, alemães, italianos. São eles que tomam as decisões ao nível europeu e que nos deixam nesta situação impossível. E ainda mais difícil na Grécia, em Espanha, ou em Portugal, do que em França”.

Em França, alguns partidos de esquerda juntaram-se ao apelo do movimento sindical. O correspondente da euronews em Paris, Giovanni Magi, resume assim esta jornada de protesto:

“Houve 130 manifestações contra a austeridade em toda a França, organizadas por cinco centrais sindicais. É a primeira iniciativa deste género no país desde que o governo de esquerda tomou posse”.