Última hora

Última hora

General Allen é a nova vítima do "escândalo Petraeus"

Em leitura:

General Allen é a nova vítima do "escândalo Petraeus"

Tamanho do texto Aa Aa

O general John Allen continua a ter a confiança de Barack Obama. O chefe da coligação no Afeganistão é o novo alvo do escândalo que já custou o cargo de diretor da CIA a David Petraeus.

“O presidente tem o General Allen em grande consideração, pelo serviço prestado a este país e pelo trabalho realizado no Afeganistão. Tem confiança no general e acredita que faz e tem feito um excelente trabalho na ISAF (International Security Assistance Force)”, declarou Jay Carney, o porta-voz da Casa Branca.

Apesar do apoio do presidente norte-americano, Allen viu a sua nomeação ao cargo de comandante supremo das forças da NATO adiada, ao passo que o processo de nomeação do seu substituto no Afeganistão continua.

Atualmente, com 59 anos, o General Allen é acusado de ter mantido uma troca de emails “deslocada” e a roçar o “flirt” com Jilly Kelley, uma mulher casada, amiga do casal Petraeus.

Entre 20 mil e 30 mil páginas de emails, trocados entre ambos, estão agora a ser analizadas pelo Pentágono.

Jill Kelley, amiga do casal Petraeus, era considerada como uma rival por Paula Broadwell. A biógrafa e amante do diretor da CIA terá enviado a Jill Kelley, emails anónimos com ameaças.

Foi, aliás, ao queixar-se destes emails anónimos, que Jill Kelley fez estalar o escândalo, já que a ligação entre Paula Broadwell e David Petraeus foi descoberta.

O FBI passou a casa de Broadwell a pente fino, em busca de novos elementos.