Última hora

Última hora

Jornada europeia contra a austeridade

Em leitura:

Jornada europeia contra a austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

Greves e movimentos de solidariedade contra a austeridade previstos nesta quarta-feira um pouco por toda a Europa.
Os espanhóis partiram para uma greve geral de 24 horas que juntou em Madrid milhares de pessoas.

O secretário geral da UGT acusa as políticas da União Europeia de serem responsáveis pela instabilidade sobretudo ao aceitar as políticas que têm sido impostas por Berlim e que o governo espanhol tem não só aceite como levado ainda mais longe.

Barcelona registou alguma tensão com uma forte presença policial a vigiar a concentração dos agentes da polícia local em protesto.

Mais de uma dezenas de pesssoas foram já detidas.

“Eles vão escondendo as contas. Eles não estão a dar uma imagem real de cada país porque a Alemanha e a França também têm problemas. Isto vai ser como um vírus que vai espalhar-se por toda a Europa e não sei quando o euro vai aguentar”.

Em Lisboa o secretário-geral da CGTP estima que a maioria dos trabalhadores portugueses vá aderir à greve geral desta quarta-feira.

Arménio Carlos, no Quartel dos Bombeiros Sapadores de Lisboa, assinalou o início da paralisação e lembrou as suas razões.

Uma jornada de luta convocada pela Confederação Europeia de Sindicatos que vai ter numa dezena de países europeus.