Última hora

Última hora

Chefe militar do Hamas morto durante bombardeamento israelita

Em leitura:

Chefe militar do Hamas morto durante bombardeamento israelita

Tamanho do texto Aa Aa

O chefe das operações militares do Hamas, Ahmad Jabbari, foi morto num ataque israelita contra uma viatura em Gaza.

Comandante das brigadas Ezzedine al-Qassam, o braço armado do Hamas, Ahmad Jabbari é a mais mais alta patente daquela organização a ser morta desde que Israel invadiu Gaza há quatro anos.

Em comunicado, as Brigadas Ezzedine al-Qassam “choram um dos seus principais chefes” e reafirmam o compromisso de “continuar no caminho da resistência”.

“O inimigo sionista não conhece mediadores nem acordos. O inimigo sionista há muito que derrama o sangue do nosso povo, homens, mulheres, crianças e idosos. A nossa batalha com o inimigo está aberta e terminará, se Deus quiser, com a libertação
de Jerusalém”, afirmou Khalil al Haya do Hamas.

Segundo testemunhas palestinianas, após a morte de Jabbari aviões israelitas atacaram uma série de alvos em Gaza.

“Enviámos uma mensagem bem clara ao Hamas e a outras organizações terroristas. Se for necessário as forças de defesa israelitas estão preparadas para alargar as operações. Continuaremos a fazer tudo para defender os nossos cidadãos”, disse o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu.

Um porta-voz do exército israelita disse que “a eliminação” de Ahmad Jabbari é o início de uma operação militar contra grupos armados na faixa de Gaza.

Os israelitas responsabilizavam-no pelos constantes ataques ao seu território e pelo emblemático sequestro do soldado Gilad Schalit em 2006.