Última hora

Última hora

Governo francês reage à violência na Córsega

Em leitura:

Governo francês reage à violência na Córsega

Tamanho do texto Aa Aa

O assassinato na quarta-feira à noite do presidente da câmara de comércio e indústria do sul da Córsega, Jacques Nacer, está a mobilizar o governo de Paris.

O assassinato levou à deslocação urgente à ilha do ministro francês do Interior, Manuel Valls, e da ministra da Justiça, Christiane Taubira.

Tratou-se do décimo-sétimo assassinato na Córsega desde o início do ano.

Este homicídio ocorreu quatro semanas após o assassinato do advogado e figura pública, Antoine Sollacaro.

Segundo o primeiro-ministro francês, Jean-Marc Ayrault, a Mafia estaria na origem da violência. O presidente francês, François Hollande, reagiu dizendo que é necessário enfrentar as causas profundas da violência.

Com uma média anual de dezasseis homicídios, a Córsega ultrapassou a Sicília e é agora a região mais perigosa da Europa.