Última hora

Última hora

O mistério do sequestro do contabilista de Berlusconi

Em leitura:

O mistério do sequestro do contabilista de Berlusconi

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia italiana está a tentar desvendar um mistério que envolve Giuseppe Spinelli, o contabilista de Silvio Berlusconi, o próprio Berlusconi e, alegadamente, um grupo de sequestradores.

Segundo a queixa apresentada pelo advogado à polícia de Milão, Giuseppe Spinelli e a mulher, Ana, terão estado sequestrados durante mais de 12 horas em casa, por um grupo de homens, na noite de 15 para 16 de outubro.

O grupo exigiu a Spinelli que telefonasse a Berlusconi para pedir um resgate de 35 milhões de euros, em troca, entregava documentos que podiam vir a mudar a sentença do caso Mondadori em que o ex-primeiro-ministro foi condenado a pagar 560 milhões de euros ao grupo a quem tinha comprado a Mondadori.

Spinelli acabou por ser libertado sem o pagamento de qualquer resgate, mas o mistério não acabou. A polícia está a tentar perceber o que aconteceu durante as 12 horas do sequestro e o que aconteceu a seguir.

Aparentemente, os guarda-costas de Berlusconi terão escondido Spinelli e a mulher, após o sequestro e só 24 horas depois a polícia foi informada.