Última hora

Última hora

Síria: grupos islâmicos recusam coligação

Em leitura:

Síria: grupos islâmicos recusam coligação

Tamanho do texto Aa Aa

Alguns grupos radicais sírios rejeitaram a recém-formada Coligação Nacional. Uma tomada de posição difundida num vídeo colocado na internet.

Estas fações extremistas recusam “todos os planos externos”, que consideram imposições, e defendem a instituição de um Estado islâmico.

A “Coligação Nacional Síria das Forças da Oposição e da Revolução” nasceu da unificação acordada pela oposição síria. O seu objetivo é lutar contra o regime de Bashar al-Assad.

Após conversações com o ministro dos Negócios Estrangeiros egípcio, ficou decidido que esta nova estrutura da oposição síria, formada em Doha, terá a sua sede no Egito.

As reações externas não se fizeram esperar. Depois do Presidente francês reconhecer a nova entidade síria e receber o líder do Conselho Nacional, foi a vez de Itália admitir a coligação como “representante legítimo do povo sírio”.