Última hora

Última hora

Estratégia do Carrefour volta a compensar

Em leitura:

Estratégia do Carrefour volta a compensar

Tamanho do texto Aa Aa

O segundo maior grupo retalhista do mundo vai vender 60 por cento das ações que detém no Carrefour Indonésia ao parceiro local CT Corporation, por 525 milhões de euros. A operação deverá estar concluída no início do próximo ano.

O Carrefour prossegue, assim, uma estratégia de retirada do Sudeste Asiático, que representa apenas 8,9 por cento do seu volume de negócios, sendo que a Europa concentra 72 por cento.

Georges Plassat, o diretor-executivo instalado há apenas seis meses, pretende vender os ativos além-fronteiras para financiar a recuperação financeira do Carrefour. A saída da Colômbia, da Malásia e, agora, da Indonésia, significam um encaixe de 3 mil milhões de euros. E significa liquidez para revitalizar o grupo, sobretudo a presença no sul da Europa e a rede que conta acima de 5 mil lojas de conveniência.

Os investidores agradecem a nova estratégia. Desde janeiro, as ações do Carrefour já valorizaram mais de 30 por cento. Só esta terça-feira, na Bolsa de Paris, subiram 2,87 por cento.

E parece que 2013 vai trazer mais do mesmo. O grupo está a rever a situação na Turquia e na Polónia, para se focar nos mercados brasileiro e chinês.