Última hora

Última hora

O homem que quase derrubou a UBS vai continuar na cadeia

Em leitura:

O homem que quase derrubou a UBS vai continuar na cadeia

Tamanho do texto Aa Aa

Sete anos de prisão para Kweku Adoboli, o antigo corretor da UBS, acusado de uma das maiores fraudes financeiras de sempre, que resultaram em perdas para o banco suíço na ordem dos 1,8 mil milhões de euros. No entanto, foi também anunciado que vai cumprir somente metade da pena.

Adoboli, cidadão britânico de origem ganesa, foi considerado culpado, por unanimidade, em duas das seis acusações que enfrentava. O ex-gestor sempre se disse inocente no conjunto de operações ruinosas que, relembraram os procuradores britânicos, “quase destruíram a maior instituição bancária da Suíça”.