Última hora

Última hora

Plano de compensações bloqueia fusão Glencore-Xstrata

Em leitura:

Plano de compensações bloqueia fusão Glencore-Xstrata

Tamanho do texto Aa Aa

Ao que tudo indica, a fusão avança, mas há muito para acertar. Os acionistas da Xstrata aprovam a operação de aquisição por parte da Glencore, que já detém a maior fatia dos seus títulos. No entanto, bloqueiam o avanço do processo, por desentendimento em relação às condições de manutenção dos seus atuais gestores na futura administração do grupo conjunto de matérias-primas, e às respetivas compensações.

Por seu lado, após meses e meses de intensas negociações, os acionistas da Glencore deram um “sim” inequívoco a uma fusão que gerará um dos maiores consórcios no setor, através de uma operação estimada em mais de 24 mil milhões de euros.

O analista de mercados Mike Ingram considera que a principal questão reside a médio prazo, isto é, “como é que este negócio vai ser encarado dentro de 3 a 5 anos? Será o apogeu de um ciclo, uma fusão defensiva ou uma jogada estratégica progressiva?”

De qualquer das formas, se o plano se concretizar, a Comissão Europeia ainda tem uma palavra a dizer, exigindo eventualmente um período de inquérito que poderá durar ainda mais alguns meses.