Última hora

Última hora

Estudantes britânicos saem à rua

Em leitura:

Estudantes britânicos saem à rua

Tamanho do texto Aa Aa

Londres viveu um dia de manifestações de estudantes, contra o aumento das propinas e o desemprego entre os jovens.

Segundo os organizadores, a marcha juntou mais de 10.000 pessoas. Ao contrário do que aconteceu há dois anos, desta vez os protestos não acabaram em confrontos.

O aumento das propinas do ensino superior, decidido pelo governo britânico, é o principal foco dos protestos do Sindicato Nacional de Estudantes (NUS): “Precisamos de chegar às eleições gerais de 2015 com uma abordagem diferente: mais investimento público na educação, fim das propinas e o regresso das bolsas. É disto que os políticos têm de falar”, disse o presidente do NUS, Liam Smith.

A marcha percorreu as margens do Tamisa e terminou no parque de Kennington, no sul de Londres, onde rebentaram alguns protestos contra a liderança do sindicato.