Última hora

Última hora

Funcionários europeias protestam contra cortes no orçamento comunitário

Em leitura:

Funcionários europeias protestam contra cortes no orçamento comunitário

Tamanho do texto Aa Aa

Não querem ser os bodes espiatórios das discussões sobre o orçamento, por isso os funcionários das insituições de europeias decidiram manifestar-se a poucas horas da Cimeira em Bruxelas. Contestam o pedido de alguns Estados-membros, líderados pelo Reino Unido, de reduzir as despesas administrativas da União. Por isso, enviaram uma carta de protesto a David Cameron e garantem que as reduções de salários já estão a ter consequências.

A sindicalista Daniela Morphile explica que “há vários anos que não conseguimos recrutar funcionários britânicos porque os ordenados da Comissão diminuiram muito desde 2004. Por isso, os cidadãos do Sr. Cameron não querem vir trabalhar para as instituições europeias porque não são bem pagos.”

Além disso, os trabalhadores garantem que o sector da administração representa apenas 6% do orçamento europeu.
Argumento que não convence alguns Estados-membros que foram obrigados a fazer cortes nas administrações públicas nacionais e esperam que aconteça o mesmo nas instituições europeias.