Última hora

Última hora

Igreja de Inglaterra vota contra ordenação de mulheres bispos

Em leitura:

Igreja de Inglaterra vota contra ordenação de mulheres bispos

Tamanho do texto Aa Aa

A Igreja de Inglaterra rejeitou a ordenação de mulheres como bispos, vinte anos depois de ter aberto o sacerdócio ao sexo feminino.

O processo necessitava de uma maioria de dois terços nos três colégios do Sínodo anglicano reunido em Londres. Aprovado pelos bispos e pelo clero, o texto foi rejeitado por apenas quatro vozes no colégio dos fiéis.

A rejeição representa um duro golpe tanto para o atual como para o novo arcebispo de Canterbury, já que ambos apoiavam vigorosamente o acesso das mulheres ao episcopado.

A medida divide profundamente anglicanos tradicionalistas e progressistas.

Uma sacerdotisa afirma que “o debate parece não ter sido sobre mulheres bispos, mas contra mulheres no sacerdócio, o que, quando estamos rodeados por mulheres de colarinho branco, é algo difícil de ouvir”.

Outra diz que o chamamento divino “não depende de pessoas com fortes preconceitos acerca das mulheres”.

As mulheres constituem um terço do clero na Igreja de Inglaterra e a questão voltará, sem dúvida, à ordem do dia. Mas o complexo processo legislativo da instituição religiosa não o permitirá, pelo menos, nos próximos cinco anos.