Última hora

Última hora

Jasper, o cão-salsicha que voltou a andar

Em leitura:

Jasper, o cão-salsicha que voltou a andar

Tamanho do texto Aa Aa

Hoje em dia, Jasper é um cão saudável. Mas, há cerca de um ano, sofreu uma lesão da espinal medula que lhe paralisou as patas posteriores. Os seus donos, May e Peter Hay, começaram, prontamente, a procurar uma solução. Jasper foi submetido a um tratamento pioneiro, que consiste na injeção de células nervosas da zona olfativa na área lesionada.

Os teckel, também conhecidos como “cães-salsicha”, têm uma longa coluna e são particularmente vulneráveis a este tipo de problemas.

Segundo May, “as patas traseiras deixaram de responder, e tornou-se muito complicado para Jasper, porque ele também não entendia o que estava a acontecer. Em suma, um pesadelo para todos.”

Foi a Universidade de Cambdrige que organizou a experiência, envolvendo, ao todo, 34 cães. Dois terços deles receberam um transplante das células olfativas. Progressivamente, os resultados começaram a ser notórios na passadeira.

Pode um tratamento similar ser aplicado nos humanos? A equipa de Cambridge prefere avançar cautelosamente. O Professor Robin Franklin declara que “é uma luz verde, não uma luz vermelha. Seriam expectáveis bons resultados, se a intervenção fosse aplicada num ser humano. No entanto, não é uma perspetiva tão óbvia como gostaríamos, porque muitas das funções perdidas numa lesão da espinal medula não são recuperáveis através desta intervenção em particular.”