Última hora

Última hora

China: Salão Automóvel abre portas

Em leitura:

China: Salão Automóvel abre portas

Tamanho do texto Aa Aa

O Salão Automóvel de Guangzhou, na China, abriu as portas com as marcas japonesas a fazerem ainda as contas aos prejuízos sofridos com o recente diferendo territorial entre Pequim e Tóquio.

O mercado automóvel chinês deverá crescer este ano cinco por cento. Mas, devido ao boicote aos produtos nipónicos, as marcas japonesas viram a quota de mercado recuar 2%, entre agosto e outubro, para 17%.

A Nissan, a mais exposta ao mercado chinês, cortou as previsões anuais de lucros num quinto.

Os chineses privilegiaram os fabricantes ocidentais. A Ford, por exemplo, quase duplicou as vendas na China em outubro.