Última hora

Em leitura:

EUA antecipam "Sexta-feira negra"


economia

EUA antecipam "Sexta-feira negra"

A “Black Friday” é cada vez mais “Black Thursday”. Há cada vez mais lojas nos Estados Unidos a abrirem na quinta-feira do feriado de Ação de Graças, antecipando o fenómeno da “Sexta-feira negra”, que marca o início à maratona de compras da época natalícia.

O desafio é grande para os comerciantes, que neste período realizam mais de um terço das vendas anuais.

Jharonne Martis, da Reuters, explica: “no início de outubro estimava-se que as vendas na época festiva subissem 1,5%. Agora fala-se de 1,9% e ainda não houve a ‘Black Friday’. Há um grande otimismo. Os analistas esperam ver um crescimento de 3,3%. Já 3% reflete um bom nível de consumo nos Estados Unidos”.

A partir do feriado da Ação de Graças, milhões de norte-americanos correm para as lojas à procura dos melhores preços. Mas, talvez, tudo não passe de um mito.

Segundo um estudo do Wall Street Journal, brinquedos, joalharia e bens de luxo, por exemplo, são mais baratos noutras épocas do ano.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

economia

Crescimento chinês versus declínio europeu