Última hora

Última hora

França: oposição conservadora mergulhada no caos

Em leitura:

França: oposição conservadora mergulhada no caos

Tamanho do texto Aa Aa

Em França, o processo para a eleição do novo líder da oposição conservadora sofreu um novo revés.

Depois de ter aceite a vitória do secretário-geral da União para um Movimento Popular, Jean-François Copé, o ex-primeiro-ministro François Fillon volta a contestar os resultados do escrutínio de domingo.

O campo de Fillon diz que não foram contabilizados os votos de três territórios ultramarinos, que fariam pender a balança a favor do antigo chefe de governo de Nicolas Sarkozy.

Fillon diz ter renunciado à liderança do partido, mas pediu ao ex-primeiro-ministro e fundador da UMP, Alain Juppé, que assuma provisoriamente as rédeas do partido, agindo como “mediador”, caso contrário ameaça recorrer à Justiça.

Copé, que frisou ter sido declarado vencedor pela comissão eleitoral interna do partido, não parece de momento aberto a uma “mediação”, mas declarou-se disposto a abrir o diálogo com o adversário.