Última hora

Última hora

RD Congo: Rebeldes permanecem em Goma

Em leitura:

RD Congo: Rebeldes permanecem em Goma

Tamanho do texto Aa Aa

Na República Democrática do Congo, os rebeldes do movimento M23 ignoraram os apelos de líderes africanos e dos Estados Unidos para retirarem da cidade de Goma situada no leste do país, perto da fronteira com o Ruanda.

O Movimento 23 de Março ou M23 é formado por um grupo de soldados congoleses amotinados e fiéis ao rebelde Bosco Ntaganda, procurado pelo Tribunal Penal Internacional por crimes de guerra e contra a humanidade.

Os rebeldes exigem negociações de paz diretas com o presidente Joseph Kabila.

“É muito triste que o governo tenha deixado esta cidade cair nas mãos dos rebeldes, mas esperamos que em breve tudo regresse à normalidade”, disse um habitante.

Nos últimos meses, a zona oriental da Republica Democrática do Congo tem vivido numerosas disputas entre o exército e os rebeldes do M23, que se intensificaram em abril último, para protestar pela perda de poder imposta pelo executivo de Kinshasa ao líder do M23.

Na terça-feira os rebeldes ocuparam a cidade com um milhão de habitantes, após as tropas governamentais terem retirado e as forças das Nações Unidas deixarem de defender a cidade.

Desde então, os rebeldes ocuparam também a cidade estratégica de Sake situada 25 quilómetros a oeste.