Última hora

Última hora

Ury Avnery: "O Hamas ganhou uma estatura internacional"

Em leitura:

Ury Avnery: "O Hamas ganhou uma estatura internacional"

Tamanho do texto Aa Aa

A operação israelita em Gaza contribuiu apenas para reforçar o movimento islamita Hamas. É esta a opinião de Ury Avnery, fundador do maior movimento pacifista israelita, “Paz Agora”.
 
Entrevistado antes do anúncio da trégua, em Tel Aviv, Avnery não hesita em classificar a guerra do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e do ministro da defesa Ehud Barak, como “uma manobra eleitoralista”.
 
“O Hamas foi sempre boicotado pela comunidade internacional e pelo mundo árabe e agora vemos chefes de estado a aterrarem na faixa de Gaza pela primeira vez. Está a ganhar uma estatura internacional e neste momento o Hamas é o herói do mundo árabe”.
 
Para o pacifista e primeiro israelita a reunir-se com o líder palestiniano Yasser Arafat, em 1982, não é com ações militares, mas com uma retirada, que se pode obter uma paz durável no território.
 
“Se queremos um estado judaico instalado em toda a Palestina histórica, se queremos construir colonatos israelitas em toda a Cisjordânia, então não queremos a paz. Mas se estivermos dispostos a aceitar devolver a Cisjordânia, a Faixa de Gaza e Jerusalém oriental, então podemos obter a paz já amanhã de manhã”.