Última hora

Última hora

Catalunha: Eleições em clima de guerra política

Em leitura:

Catalunha: Eleições em clima de guerra política

Tamanho do texto Aa Aa

A Catalunha vai às urnas este domingo, depois da campanha mais dura da história, no meio de acusações de corrupção e promessas de um referendo sobre a independência.

O presidente do governo regional da Catalunha, Artur Mas, está agora em guerra aberta com o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy.

Em causa está um alegado relatório da polícia que acusa Mas de corrupção. Mas desmente as acusações e diz que Rajoy sabia tudo sobre estes rumores, enquanto o primeiro-ministro rejeita as acusações de manipulação.

O partido de Mas, Convergència i Unió (CiU), partido nacionalista do centro-direita, está à frente das sondagens, sem maioria absoluta, seguido pelos antigos aliados, o PP de Rajoy e pelo Partido Socialista da Catalunha.

Nunca a região autónoma espanhola esteve tão próxima da independência. A Catalunha é a região mais rica, mas também a mais endividada de Espanha. Mas promete um referendo sobre a independência para esta legislatura.

A crise económica trouxe os desejos independentistas à superfície, o que culminou com uma mega manifestação, no dia 11 de setembro, que levou centenas de milhares de pessoas às ruas de Barcelona.