Última hora

Última hora

El Baradei: "Morsi usurpou todos os poderes e proclamou-se o novo faraó do Egito"

Em leitura:

El Baradei: "Morsi usurpou todos os poderes e proclamou-se o novo faraó do Egito"

Tamanho do texto Aa Aa

Mohamed Morsi está sob um fogo cruzado de críticas depois de ter publicado um decreto que está a ser comparado as leis autocráticas do regime de Hósni Mubarak.

Para além de se ter outorgado mais poderes, que lhe permitiram destituir o procurador-geral, o presidente egípcio protege a Assembleia Constituinte, dominada pelos islamitas, dos vários processos em curso para a sua dissolução.

“Hoje, Morsi usurpou todos os poderes e proclamou-se o novo faraó do Egito”, comentou no Twitter, Mohamed El Baradei, uma das figuras da oposição secular.

Nas ruas, a noite voltou a ser de protestos com os populares a oscilarem entre o apelo à “calma” e os que afirmam, após quatro dias de confrontos com a polícia, que “Morsi é igual a Mubarak” e que “a situação está a piorar”.

A oposição convocou para esta sexta-feira uma manifestação para contestar o reforço de poderes de Morsi.

A vice-presidente do Tribunal Constitucional considerou que, com esta decisão, Morsi “converteu-se num presidente ilegítimo” ao garantir para si, para a Assembleia Constituinte e para a Câmara Alta do Parlamento, imunidade total até à entrada em vigor da nova Constituição.