Última hora

Última hora

Revolta estudantil em Roma

Em leitura:

Revolta estudantil em Roma

Tamanho do texto Aa Aa

Estudantes e professores italianos protestam contra os cortes do governo no setor da educação.

Na manifestação participa igualmente a extrema direita que se juntou ao descontentamento que grassa no ensino para criticar as políticas do governo.

“Este escudo não vai servir para provocar a confusão estamos apenas a manifestar-nos com mensagens importantes e gostariamos que as pessoas as vissem aqui”

“Estamos a protestar contra os cortes impostos pelos dois governos, tanto Berlusconi como Monti”.

Em Roma os manifestantes ocuparam e bloquearam dezenas de escolas. Outros armaram-se de tinta e pincéis e pintaram as paredes para denunciar o estado de degradação em que se encontram os edifícios.

O nível de desemprego entre os jovens atinge os 30% o que conduziu os univsersitários à liderança dos cortejos.

Um projeto de lei em análise no parlamento ateou o rastilho.

O texto propõe a entrada de fundos privados na gestão das escolas o que traria uma grande flexibilização de programas e redução de professores cujos sindicatos apelam à luta.