Última hora

Última hora

Catalunha vai às urnas num teste à unidade de Espanha

Em leitura:

Catalunha vai às urnas num teste à unidade de Espanha

Tamanho do texto Aa Aa

Os sete candidatos à presidência da Catalunha juntos num barco que alguns querem fazer zarpar de Espanha para se assumir como país a tempo inteiro.

A questão de uma eventual independência da região tornou-se no tema central das eleições antecipadas deste domingo.

O braço de ferro com Madrid, em torno de uma autonomia financeira plena – à imagem do país basco – trouxe de volta os ventos independentistas há muito latentes entre os 7,5 milhões de habitantes.

Nas ruas, os mais fervorosos militantes pela independência consideram que está na hora de dizer “adeus” a Espanha pela ingratidão que Madrid demonstra em relação à “ajuda”, à contribuição que os catalães dão ao país.

Os unionistas defendem que não se trata de uma “questão de dinheiro” e que todos podem continuar a coexistir num mesmo país salvaguardando culturas e línguas distintas.

As sondagens dão como certa a reeleição de Artur Mas, que prometeu um referendo sobre a autodeterminação nos próximos quatro anos, mas a coligação Convergência e União (CiU) não deve alcançar a maioria absoluta que pediu durante a campanha.

Historicamente rica, a Catalunha é também a região mais endividada de Espanha e os cinco planos de ajustamento já lançados estão longe de ter solucionado o problema.