Última hora

Última hora

Bangladesh: Luto nacional pelas 110 vítimas do incêndio de sábado

Em leitura:

Bangladesh: Luto nacional pelas 110 vítimas do incêndio de sábado

Tamanho do texto Aa Aa

Cerca de um milhar de pessoas desfilou, pelo segundo dia, em Ashulia, nas proximidades de Dacca, a capital do Bangladesh, pedindo justiça para as vítimas do incêndio, que devastou uma fábrica de têxteis.

110 trabalhadores da fábrica perderam a vida. O governo decretou, esta terça-feira, luto nacional enquanto se vão realizando os funerais das vítimas.

A polémica é enorme no país desde que algumas testemunhas afirmaram que “quando o fogo foi declarado, os gerentes não permitiram aos trabalhadores que abandonassem as instalações, invocando que se tratava de um mero exercício de evacuação em caso de incêndio”.

As causas do incêndio ainda não foram oficialmente divulgadas, mas o ministro bangali do Interior fala de sabotagem:

“Com base no inquérito preliminar, chegámos à conclusão que se tratou de um ato de sabotagem. Vamos descobrir quem foram os sabotadores e estamos determinados a fazê-los pagar”.

A polícia deteve, entretanto, o proprietário da fábrica que se encontrava em fuga. As autoridades querem saber se os trabalhadores foram impedidos de fugir do fumo e das chamas e se as normas de construção foram respeitadas. O edifício tinha 12 andares, mas, alegadamente, a licença só permitia a construção de três.

A fábrica produzia têxteis para marcas ocidentais.