Última hora

Última hora

Siderurgia de Floranges: o "braço de ferro" de Hollande

Em leitura:

Siderurgia de Floranges: o "braço de ferro" de Hollande

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente francês prossegue o “braço de ferro” para evitar o encerramento parcial de uma das maiores siderurgias do país.

Reunido com Laksmi Mittal, presidente do grupo Arcellor Mittal, Hollande ameaçou nacionalizar temporariamente a fábrica da companhia em Floranges, caso o empresário não faça marcha atrás na decisão de encerrar parcialmente a instalação.

“Queremos antes de mais que esta instalação tenha um futuro duradouro”, recordou Hollande.

Em causa estão 600 postos de trabalho em Floranges, caso o governo não encontre uma solução até sábado.

Mittal, por seu lado, sugeriu que a pressão do governo poderia pôr em causa os 20 mil funcionários da empresa em França.