Última hora

Última hora

Egito: Morsi enfrenta maiores protestos desde que chegou ao poder

Em leitura:

Egito: Morsi enfrenta maiores protestos desde que chegou ao poder

Tamanho do texto Aa Aa

O Egito viveu esta terça-feira os maiores protestos contra o presidente Mohamed Morsi desde a sua eleição em Junho.

Em Mahalla, cidade do delta do Nilo, os opositores do chefe de Estado atacaram, segundo um responsável dos serviços de segurança, a sede do Partido da Liberdade e Justiça, formação de Morsi.

Em Alexandria, segunda cidade do país, os manifestantes invadiram os escritórios da poderosa Irmandade Muçulmana. A confraria islamita que apoia o presidente também foi alvo da ira dos opositores na cidade de Mansoura, no sul do país.

Dezenas de milhares de egípcios juntaram-se na praça Tahrir do Cairo numa grande mobilização contra o decreto que confere “poderes excecionais” ao presidente.

Os arredores da praça voltaram a ser palco de confrontos, condenados pela maioria dos manifestantes reunidos pacificamente a curta distância.

Um militante de uma formação de esquerda morreu asfixiado pelo gás lacrimogéneo lançado pela polícia junto à embaixada norte-americana no Cairo.